sábado, 20 de dezembro de 2014

Carapideskokolucho Coli - Superbactérias, Discourso nº 50 & Instituto SOROS






Carapideskokolucho Coli

Superbactérias, Discurso nº 50 & Instituto SOROS









Quando ouço a multidão falar:
- O que ele fala não faz sentido.
 Fico com a voz socrática a rebumbar nas paredes do córtex:

"Cara, fica frio. O povo é um rebanho guiado por pastores que se alimentam nos pântanos da ignorância humana e bebem a  água da compensação do sobrenatural".

Carapideskokolucho Coli, na sua rotina de  loucuras, emitia discursos ininteligíveis, enquanto raspava a sola do sapato na boulevard. No entanto, Zinestin, um cientista pesquisador de novas formas de semânticas paralelas, seguia Coli  com um gravador discreto. No seu estudo, financiado por uma ONG, suportada pelo Instituto Soros, Z. classificava as ininteligíveis peças discursais de Carapideskokolucho. O mais recente foi titulado como Superbactérias: 








Discurso Nº 50
As Superbactérias.
Autoria:  Carapideskokolucho Coli



A humanidade precisa eliminar sua memoria afetiva para não sofrer um grande colapso emocional, pois tempos de superbactérias, epidemias e inefáveis quantidades de mortes dominarão as épocas vindouras. Os laços familiares, de amizades, de amor e empatia não poderão coexistir com o tempo de catástrofes que se avizinha. O ser humano será um farrapo contaminado de doenças que diminuirão drasticamente sua expectativa de vida, isto para privilegiados, pois a mortalidade infantil chegará na casa dos noventa por cento. Teremos mais hospitais do que igrejas; farmácias e prontos- socorros serão a nossa segunda casa. As relações afetivas se tornarão impossíveis, pessoas com laços de parentesco assistirão os seus entes nascerem e morrerem numa velocidade espantosa. Os sobreviventes andaram pelas ruínas citadinas com seus corpos ejetando vermes pela epiderme. As entranhas serão moradias de super bactérias, vírus e hormônios sintéticos advindos das torneiras dos recursos hídricos privatizados.  Os rios secarão... seus leitos pulularam  doenças e pragas que dizimarão as safras GMOs (T) e a fome se espalhará sobre os zumbis terráqueos. As temperaturas cozinharão as carnes vivas dos animais, o planeta deletério se encarregará de destroçar os seres supervenientes. As elites em suas redomas esterilizadas serão engolidas pelo fogo vindo do espaço... O fim dos tempos está perto... 







Nenhum comentário:

Postar um comentário