quarta-feira, 20 de maio de 2015

As bananas desnudas no prato de louça branca portuguesa e os ratos invisíveis...






As bananas desnudas no prato de louça branca portuguesa e os ratos invisíveis...








As bananas desnudas no prato de louça branca portuguesa e os ratos invisíveis...  As pacobas nuas na louça branca, colonial, lusa,  servem aos macacos sagrados e suas necessidades humanas, apesar de sagrados em algum lugar da asia. Os ratos diáfanos podem agir a meia-luz na redundância de um abajour francês. Os roedores pestilentos aprenderam com o homem. Não tem escrúpulos, apenas desejos sujos para saciar a fome e uma infinidade de doenças....

Os pratos com pacovas desnudas também servem para o desejum humano, após um longo período de abstinência alimentar. O local ideal é um banheiro sacro, num mês em que os deuses dancem sobre as brancas nuvens que cobrem o oceano índico, em uma atmosfera sem sentido, sem humanidade...





Os Mus Musculus transparentes desejam salvar a humanidade. Vamos deixa-los a vontade. O movimento ratos para salvar o planeta e o mamífero humano, são como as ONGs e OCIPs, não tem fins "lucrativos", nem "ideologia". A principal ação a ser desenvolvida é construir bilhões de moradias, feitas com queijos suíços sem lutas de classes e discriminação.  Os furos da iguaria dos helvéticos abrigará a população de roedores, com um único objetivo, proteger a propriedades do bípede implume racional. Não possuem nem um outro interesse, senão permanecerem invisíveis e admirarem as pacobas no prato de louça branca lusa, enquanto a massa humana assiste a telas de LCD que jogam milhões de alienações por 1 nanosegundo-luz.   




O grande senhor burguês-político do alto de sua grimpa reação berrava. Com o prato de louça portuguesa alva vazio de bananas desnudas:

- Viva Hobbes e seu Leviatã. Precisamos de um poder absoluto para conter a caterva proletária e os parias da sociedade... Abaixo a vontade geral do proxeneta Rousseau. Seu contrato social é a volta a selvageria... Podemos ceder algumas pacobas desnudas aos ratos invisíveis e aos lumpemproletários, porém as louças de porcelanas lusas já é demais....






Nenhum comentário:

Postar um comentário